Apps essenciais para iPad

Quem compra um iPad logo quer fazer o download e instalar as melhores apps, gratuitos ou pagos. Mas como escolhê-las? A loja do iTunes, lotada de opções e naturalmente motivada colocar em destaque as novidades, não é bem o exemplo de localização facilitada dos “clássicos”, ou seja, as melhores apps para o iPad.

Para "ajudar", não faltam listas de “melhores apps para iPad”, muitas delas questionáveis ou montadas com interesse comercial em promover os aplicativos ou jogos de seus patrocinadores.

Mas se você acabou de configurar o seu iPad e está com a justificada vontade de recheá-lo com apps legais para aproveitar melhor o equipamento e ver uma boa amostra do que ele pode oferecer, existe uma lista que é frequentemente atualizada e mostra as apps que não podem faltar no seu iPad - várias delas gratuitas e disponíveis sem nenhuma dificuldade na App Store do Brasil: a The Best iPad Apps.

A última atualização foi ontem, e a atual versão completa da lista tem uma série de Apps imperdíveis, das quais destaco algumas só para dar uma ideia do conjunto:

  • Dropbox: Acesso aos seus arquivos compartilhados do computador (ou do celular), via Internet, com opção de visualizar os formatos de documentos mais comuns sem sair do aplicativo.
     

  • Flipboard: é o segundo aplicativo que mais uso no meu iPad. Ele monta uma revista personalizada, a partir dos links e fotos que seus contatos tiverem postado no Twitter e Facebook, e de outros sites à sua escolha. E eu tenho amigos que postam links para matérias interessantes todos os dias ;-)
     

  • KORG iMS-20: um sintetizador completo no seu iPad.
     

  • Twitter: a app oficial do Twitter para iPad.
     

  • Instapaper: coleciona e formata para leitura posterior no iPad (mesmo offline) as páginas da web que marcamos (no computador) para "ler mais tarde".
     

  • Kindle: é, sem dúvida, a app que mais rodo no meu iPad. E minha biblioteca de e-books é eclética: terminei recentemente de ler a autobiografia do Keith Richards (guitarrista dos Rolling Stones, se precisa de apresentação), e agora estou começando um tutorial sobre AppleScript que parece super bom. E o melhor é que dá de ler no Kindle do computador e no do iPhone também - ele sempre sabe em que página eu parei nos outros dispositivos.
     

  • Reeder: um jeito inteligente de acompanhar seus feeds RSS no iPad.
     

  • Night Stand HD: eu não deixaria um aparelho tão caro sujeito à violência que um despertador na cabeceira pode ter de enfrentar, mas os seus relógios, previsões de tempo, timers e suporte a músicas podem ser boas opções para quem deixa o iPad sempre em uma dock na escrivaninha.

Tem várias outras apps lá, só reproduzi uns 25% da lista. Não visite outra lista antes de esgotar esta: boa parte das apps que justificam a fama da App Store entre seus fãs estão nela, prontinhas para seu download e instalação no iPad: "The Best iPad Apps".

Dica extra: leia também nosso post anterior "Apps essenciais para iPhone".

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: