Use o Finder como um profissional, parte 1: os atalhos básicos

Use o Finder como um profissional, parte 1: os atalhos básicos

Boa parte das atividades de operação de um Mac acontece no Finder - seja na forma das suas janelas específicas (equivalentes aos navegadores de arquivos ou "explorers" em outros sistemas) ou diretamente na mesa (desktop ou área de trabalho), que também é uma instância do mesmo Finder.

É por isso que vale a pena entendê-lo melhor: embora seja bastante fácil de usar, o Finder tem muitas funcionalidades cujo potencial não é óbvio para boa parte dos usuários, que nem chegam a percebê-las, mesmo quando vêem seus botões e opções todos os dias, de passagem, enquanto usam interfaces mais visíveis, e geralmente mais trabalhosas para realizar as mesmas funções, no modo conhecido popularmente como "arrastador de mouse".

Assim, hoje daremos início a uma série (que vai ser esporádica) de posts apresentando funcionalidades menos visíveis do Finder.

Os atalhos básicos

O primeiro aspecto a ser coberto na série é um dos menos visíveis, mas que acrescenta muita agilidade a quem busca dominá-los: o bom uso dos atalhos de teclado do Finder (muitos dos quais seguem um padrão disponível em vários outros aplicativos do Mac OS X).

Realizar operações pelo teclado geralmente economiza vários cliques e deslocamentos do mouse, e reduz a possibilidade de erro durante a operação.

Alguns dos atalhos são quase universalmente conhecidos (⌘C para copiar, ⌘V para colar, etc...) no universo Mac. Alguns deles, entretanto, são bem menos populares, e podem surpreender quem está migrando de outro sistema e está acostumado a usar teclas bastante diferentes para a mesma função.

Vamos, portanto à nossa lista essencial de atalhos de teclado do Finder, que você certamente vai guardar nos seus bookmarks e mandar para todos os colegas usuários de Mac ;-)

Operações com os ícones selecionados

  • ⌘o: (Command + o) - abre, no aplicativo associado como default, o arquivo que estiver selecionado.
  • Espaço: Exibe no Quick Look o coteúdo do arquivo selecionado (geralmente de forma bem mais rápida do que abri-lo em um aplicativo)
  • ⌘i: (Command + i) - exibe as informações ("propriedades") sobre o arquivo selecionado.
  • ⌘d: (Command + d) - duplica o item selecionado - i. e. faz uma cópia.
  • ⌘t: (Command + t) - acrescenta o item selecionado à barra lateral da janela do Finder.
  • : (Return ou Enter) - renomear o arquivo selecionado
  • ⌘⌫: (Command + Delete ou Backspace) - move os itens selecionados para a lixeira.

Seleções

  • ⌘a: (Command + a) - seleciona todos os ícones da janela ativa.
  • ⌥⌘a: (Option + Command + a) - deseleciona todos os ícones da janela ativa.

Navegação de pastas

  • ⌘⇧u: (Command + Shift + u) - exibe o conteúdo da pasta de utilitários
  • ⌘⇧a: (Command + Shift + a) - exibe o conteúdo da pasta de aplicativos
  • ⌘⇧d: (Command + Shift + d) - exibe o conteúdo da pasta Desktop
  • ⌘⇧c: (Command + Shift + c) - exibe o conteúdo da pasta Computador
  • ⌘⇧h: (Command + Shift + h) - exibe o conteúdo da pasta Home (a pasta do usuário)
  • ⌘⇧g: (Command + Shift + g) - "Go to" - abre campo para digitar nome de pasta, e exibe o conteúdo desta pasta.

Outros atalhos úteis

  • ⌥⌘f: (Option + Command + f) - leva o cursor para o campo de pesquisa da janela.
  • ⌘⇧n: (Command + Shift + n) - cria uma nova pasta
  • ⌘n: (Command + n) - abre uma nova janela do finder

Atalhos ao arrastar ícones

  • Arrastar ícones pressionando ⌘: A tecla Command força uma operação de Mover, mesmo que a pasta de destino esteja em outro disco (o default seria Copiar)
  • Arrastar ícones pressionando ⌥: A tecla Option força a cópia dos arquivos, mesmo quando o default seria Mover.
  • Arrastar ícones pressionando ⌥⌘: As teclas Option+Command forçam a criação de atalhos/aliases.

Nota: para quem usa teclados de PC, a tecla Option geralmente corresponde a Alt, e Command é a "tecla Windows".

Nos próximos posts desta série, exploraremos ;-) outras características do Finder que podem acrescentar muito mais agilidade e produtividade à sua operação do Mac.

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: