iCloud: Cuidado com os limites de dispositivos e contas, para não se arrepender por 90 dias

Se você tem mais de uma conta no iTunes (por exemplo, se criou uma conta na loja da Apple da Argentina para poder comprar jogos com seu cartão de crédito), preste muita atenção quando o iTunes lhe oferecer a oportunidade de ativar Transferências Automáticas no seu computador!

As Transferências Automáticas são parte das novidades associadas ao iCloud. A partir do iTunes 10.3 e do iOS 4.3.3, existe a possibilidade de ativar este recurso para deixar o sistema se encarregar de fazer automaticamente e via Internet o download em cada computador e dispositivo de tudo que você adquirir na loja do iTunes - apps, livros, etc.

Não tenho pressa para ativar este recurso, inclusive por ter expectativa de que as suas definições avancem um pouco até o lançamento do iOS 5, na primavera. Mas como o iTunes já anda oferecendo aos usuários a oportunidade de associar computadores às Transferências Automáticas, achei que valia a pena o alerta: quando você associa o computador (ou o iPhone, ou um iPad, etc.) a uma conta do iTunes para Transferências Automáticas, não poderá mudar a associação deste dispositivo (a este serviço) para nenhuma outra conta por 90 dias.

Escolha, portanto, com sabedoria, e antes de associar verifique se está conectado à conta certa. Se você tem conta na App Store de mais de um país, ou se o seu iPad é compartilhado entre familiares, por exemplo, uma escolha apressada que leve a uma associação indesejada para as Atualizações Automáticas só poderá ser corrigida após 90 dias.

Vale lembrar, também, que cada ID Apple pode estar associada a no máximo 10 dispositivos, o que coloca um limite prático a contas indevidamente compartilhadas entre várias pessoas (em família, ou na empresa, por exemplo), mas não creio que vá atrapalhar muita gente que tenha contas puramente pessoais ;-)

A Apple publicou um guia sobre as associações para Transferências Automáticas destacando estes limites e os procedimentos associados, para você tirar as dúvidas a respeito.

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: