Converter FLAC e WMA para MP3 no Mac: como fazer

Converter WMA e FLAC para MP3 no Mac pode ser mais fácil do que você imagina.

O leitor Luís G. C. perguntou, via link de contato do BR-Mac:

Estou migrando minha coleção de música aos poucos para o iTunes, e já estão acabando os álbuns em formato MP3, os restantes estão em FLAC e WMA, e o iTunes não aceita. Tem um jeito fácil de converter WMA e FLAC para MP3 no Mac?

É chato quando a pessoa importa para o computador o áudio dos seus CDs originais para um formato que mais tarde descobre ser incompatível com o aplicativo que deseja usar, né? Mas tem solução sim, até mais de uma - e vou apresentar uma forma bem simples.

Antes de prosseguir, um alerta importante: de modo geral, as conversões de formato de áudio conduzem a alguma perda da fidelidade, e isso é especialmente verdadeiro no caso da conversão de FLAC para MP3. Provavelmente isso não vai atrapalhar a sua apreciação das músicas que colecionou, mas talvez valha a pena guardar um backup dos originais em algum lugar para algum futuro dia em que precise tocá-las para um maestro ツ

E a solução que eu indico não serve só pra FLAC e WMA: com ela você consegue converter para MP3 uma lista enorme de formatos de áudio, como ogg e wav, além de extrair o áudio de vários formatos de vídeo.

Trata-se do All2MP3, uma app gratuita que funciona no OS X 10.4 em diante (incluindo o Lion, não mencionado no site) e cujo funcionamento é bem simples: você arrasta para a janela todos os arquivos que quer converter, especifica a qualidade do arquivo MP3 que quer gerar (quanto melhor, maior o arquivo) e vai tomar um café enquanto ele converte e grava na mesma pasta do original.

A conversão entre formatos pode ser uma operação relativamente trabalhosa, exigindo tempo e esforço consideráveis do seu computador - portanto vale a pena deixar para fazer um lote de conversões quando estiver para ficar sem usar o Mac por algum tempo, caso contrário a disputa entre o outro aplicativo que você gostaria de usar e o All2MP3 pode ser desigual!

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: