Mac na sala de aula: colégio do interior paulista leva MacBooks às aulas de Ciências

Giordano Guastala, gestor de TI do D'Incao Instituto de Ensino, sediado em Bauru, procurou o BR-Mac para apresentar um relato da interessantíssima experiência da instituição com o uso de Macs para apoiar os ambientes de aprendizado experimental de ciências e as atividades realizadas em laboratório.

O D’Incao adota o sistema de 1 MacBook por aluno, e todo o seu conceito pedagógico foi pensado diante da tecnologia Apple. Segundo o relato da equipe pedagógica, usando o computador como interface é possível reduzir o tempo de coleta e aumentar a quantidade de dados que podem ser analisados, melhorando a qualidade dos resultados.

Além do Logger Pro, aplicativo especializado na coleta e análise de dados de pesquisa, a escola faz uso extenso das capacidades multimídia oferecidos pelo pacote iLife, da Apple, que permite uma fácil incorporação de mídias por programas científicos de análise de dados, segundo relatado pelo professor de Física da instituição.

O tradicional trio processador de texto, planilha e gerenciador de apresentações também se integra ao conjunto de ferramentas adotadas pela instituição.

Casos práticos de experiências de Física, como o lançamento de um projétil ou a observação do efeito Doppler, podem assim ser complementados com um vídeo editado no iMovie e incorporado aos dados coletados no Logger Pro, por exemplo - tudo servindo para ilustrar e vivenciar a articulação do método científico para o desenvolvimento de soluções.

Completando o pacote tecnológico, todo o processo de relatórios científicos realizados pelos alunos ocorre de forma colaborativa em um Wiki.

Parabéns à equipe e aos alunos do D'Incao Instituto de Ensino, e continuamos sempre atentos a exemplos do bom uso de Macs e iPads em salas de aula brasileiras!

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: