Um feliz aniversário: balanço de primeiro ano do BR-Mac

Há exatamente 1 ano, em uma terça-feira (que não era de carnaval), tive o prazer de apresentar o BR-Mac ao público pela primeira vez, e de receber o que seria o início de uma acolhida que a cada dia me surpreende mais, em um campo em que já havia vários excelentes veículos.

Este primeiro aniversário do blog foi comemorado em família durante o feriado, com direito a costela na brasa e bebida bem gelada, e para vocês eu pretendo continuar retribuindo a atenção com artigos que os interessem e, eventualmente, que os divirtam também ツ Mas hoje, para registrar a data, permitam-me compartilhar algumas observações sobre este primeiro ano do meu blog caçula.

Tendo atuado neste "ramo" desde 1996 com o BR-Linux (e também com o Efetividade, que ainda não fez nem 10 anos) e visto muitos jovens blogs não conseguirem aproveitar o fluxo do primeiro dia para cativar sua audiência, eu resolvi fazer diferente.

Assim, quando o BR-Mac foi divulgado no dia 22/2/2011, ele já tinha 16 posts originais no ar (sobre apps para iOS, dicas do Terminal, uma crítica ao estado dos controles dos jogos no iOS, suporte a modems 3G no Mac e mais...), silenciosamente publicados ao longo das 3 semanas anteriores, com a intenção de deixar claro para o público que chegaria no dia do anúncio oficial (modestos 4.600 usuários atraídos via Twitter e a divulgação dos amigos) que já valia a pena colocar o site nos seus favoritos, assinar o feed e frequentá-lo regularmente.

Dei início ao site tentando diferenciá-lo dos que já existem (e continuam surgindo) por meio de alguns posicionamentos, tais como:

  • evitar publicar e comentar rumores sobre novos lançamentos não confirmados (embora eu os comente, às vezes levando a sério e outras não, no Twitter como @augustocc ou como @brmacblog),
  • dar atenção maior a pautas que explicam como aproveitar melhor os produtos e sistemas (e não tanto a notícias e novidades),
  • procurar responder diretamente às perguntas dos leitores nos comentários, quando relacionadas ao tema do artigo em que foram incluídas, e
  • não esconder eventuais críticas (no contexto dos artigos) que eu tenha sobre aspectos como a complexidade bizantina da interface do iTunes ou o número de passos necessários para levar determinados conteúdos do computador ao iPad.

Deu resultado, e eu meço o interesse de vocês pelo crescimento das visitas, que foi acelerado desde então: a cada mês temos 15% a 20% mais visitas do que no mês anterior.

Claro que o número de visitantes do primeiro dia (trazidos pela ajuda de tantos amigos que divulgaram na ocasião) demorou várias semanas até ser alcançado de novo, mas logo foi ultrapassado e já faz vários meses que é comum alcançar números ao redor dos 10.000 por dia, e mesmo nos dias menos movimentados (como o domingo de carnaval...) passamos com folga dos 5.000.

Ao mesmo tempo, o perfil dos visitantes mudou profundamente, conforme ilustra a estatística dos dispositivos usados para acesso ao site: uma amostra quinzenal tirada no final do primeiro mês do site, no ano passado, mostrou que os usuários de sistemas operacionais desktop (OS X, Linux e Windows) correspondiam a 93% dos visitantes, os de iPad eram 6% e os de iPhone eram meros 0,06% – no mês passado, também em uma amostra quinzenal, tivemos 72% de usuários de sistemas operacionais desktop (sendo que o Linux quase desapareceu desta categoria), o iPad multiplicou sua fatia e foi para 21%, e o iPhone, antes quase sumido no arredondamento, agora corresponde a 4%.

A minha satisfação com o andamento do BR-Mac é grande (e crescente ainda por muito tempo, espero), e é ampliada ao perceber o número de pessoas que agradece todos os dias por ter recebido ajuda aqui para escolher o modelo do seu primeiro MacBook ou para avaliar se o Mac mini lhe atende (2 posts que eu já precisei atualizar algumas vezes devido a novos lançamentos, claro), como criar uma conta do iTunes que permita baixar jogos na app store, como usar melhor o teclado do iPad, quais os apps essenciais para seu iPad ou MacBook novinhos em folha, e tantos outros temas já cobertos aqui.

Agradeço, portanto, e continuo contando não apenas com o apoio de vocês na divulgação do BR-Mac (e do feed, e da presença no Twitter), mas também especialmente com as suas sugestões, críticas e comentários sobre os rumos do site, que sempre são lidas com atenção.

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: