AppleScript: usando o TextExpander para criar RTs clássicos no TweetDeck

Uma receita do TextExpander usando AppleScript para transformar o texto em um campo de edição talvez interesse até mesmo a quem não está nem aí para o Twitter, mas no nosso exemplo de hoje veremos como eu a uso na prática para fazer algo que o autor do meu cliente de Twitter optou por não mais fazer para mim.

Quando se trata de passar adiante as mensagens interessantes que chegam via Twitter, sou um tradicionalista: prefiro a convenção de copiá-la usando o prefixo RT, e colocando meus comentários (se houver) antes dele.

Assim, a mensagem da imagem acima se transforma, após minha edição, na mensagem abaixo:

O prefixo RT significa retweet, e foi a convenção adotada no popular serviço de mensagens ao longo de anos. Só que – por razões diversas, incluindo algumas boas que ocasionalmente me fazem usar a alternativa – o Twitter inventou no final de 2009 uma forma "oficial" de fazer retweet, gerenciada automaticamente pelo sistema e sem permitir que o interessado acrescente seus comentários na mesma mensagem.

Essa forma oficial é boa para quem simplesmente repassa as mensagens, e para quem quer "viralizar" mensagens, e atende bem à maioria dos usuários, na minha opinião.

Mas nem sempre é o meu caso, e eu continuo preferindo o RT tradicional (adicionando comentário) na maioria dos casos, apesar de ele ter suas desvantagens também.

No iPhone e no iPad eu uso o cliente TweetBot, que é de desenvolvedores independentes e me oferece a alternativa de fazer o RT com comentários automaticamente. Só que no Mac eu uso o TweetDeck, que foi comprado pela Twitter, Inc. e assim naturalmente deixou de suportar a convenção que a empresa procurou substituir.

Mas o TweetDeck tem uma alternativa de encaminhar a mensagem alheia usando uma "nova convenção": reproduzindo-a diretamente entre aspas, como você vê na janela de edição que reproduzi na imagem acima, e permitindo assim que comentários sejam inseridos no início ou no final.

A ideia não me agrada muito, mas tem um ponto positivo: facilita transformar o tweet alheio em um RT "tradicional", sem copiar e colar nada, bastando apagar as aspas e inserir um RT na frente, algo que eu vinha fazendo há um bom tempo.

Mas minha alma de programador acabou percebendo que essa tarefa que eu repito várias vezes por dia era facilmente automatizável, e assim surgiu a receita do TextExpander que agora compartilho:

Como você pode ver (e eu destaquei com a seta vermelha), quando chamada (pela sequência de teclas ,.r, como você pode ver acima) no campo de edição do TweetDeck (ou de outros clientes de Twitter com uma opção similar) que está exibindo um tweet entre aspas, esta receita constrói um RT clássico usando AppleScript para simular o pressionamento da sequência de teclas Backspace, Home, Delete, R, T, espaço, Home - essencialmente apagando a aspa do final, movendo o cursor para o início da linha, apagando a aspa inicial, inserindo o "RT " e movendo o cursor para o início da linha de novo, deixando tudo pronto para inserir um comentário.

A pausa (delay) de 0,3 segundos no início evita um problema de sincronização no meu sistema (talvez você possa suprimi-la ou tenha que aumentá-la), e a receita inteira consta abaixo para o caso de você querer copiá-la (não esqueça de definir o conteúdo para AppleScript, como indiquei com a seta azul na tela acima!):


tell application "System Events"
delay 0.3
keystroke "h" using {control down}
keystroke "a" using {control down}
keystroke "d" using {control down}
keystroke "RT "
keystroke "a" using {control down}
end tell

Eu acredito que ela só funcionará a partir da versão 3.4.1 do TextExpander - e se você usa uma versão mais antiga, vale a pena o upgrade, porque há correções importantes nesta versão.

E bons RTs!

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: