R$ 220: HD externo para o iPad com o Wi-Drive

No nosso artigo que explica como assistir vídeos no iPad sem converter, o leitor Neto perguntou:

Há possibilidade de ler, a partir do iPad 2, arquivos que estão em um HD externo? Se sim, de qual marca e qual o procedimento?

Neto, a resposta é positiva: existem Hds externos com suporte ao iPad. Mas o acesso a eles, devido à arquitetura do iPad, não é como estamos acostumados nos computadores.

Tomemos como exemplo o Wi-Drive, da Kingston (recém-anunciado no mercado brasileiro): por um lado ele opera como um HD externo (ou pen drive, que seria a descrição mais apropriada) comum, quando conectado ao seu computador, para que você possa transferir a ele os conteúdos que deseja posteriormente acessar em um iPad, iPhone ou iPod Touch.

Mas pelo outro lado, que é o do acesso por estes dispositivos portáteis, ele opera de forma radicalmente diferente: ele se conecta à sua rede sem fio, e é por meio dela que o iPad busca nele os dados para exibição ou mesmo para cópia local.

Essa conexão ocorre por meio de um app gratuito oficial, também chamado Wi-Drive. Embora suporte outros usos, o foco dele são os conteúdos multimídia, razão principal para a maioria das pessoas que quer ter espaço adicional no seu dispositivo.

Com o app Wi-Drive, não é necessário transferir a íntegra de um arquivo de filme ou de música, ou uma coleção de fotos para vê-los no iPad: a comunicação ocorre via streaming, preservando assim o precioso espaço de armazenamento local do iPad e oferecendo um início mais rápido para a exibição.

Quanto a documentos, o app tem a opção de copiá-los para o armazenamento local, ou também de abri-los diretamente em apps externos.

O Wi-Drive suporta a conexão de até 3 dispositivos simultâneos a uma distância de até 10 metros, tem autonomia de bateria prevista para 4h e, segundo notícia recente da imprensa, está chegando ao Brasil por R$ 220 (16GB).

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: