Será que o Windows é a causa de o iTunes não evoluir para a simplicidade?

Via DaringFireball chega um pensamento interessante sobre o estado das coisas com o iTunes, e sobre o qual eu gostaria de ouvir a opinião de vocês, aqui ou no @brmacblog.

Segundo uma série de posts encadeados, uma possível razão de o iTunes no Mac continuar sendo este monolito com decoração bizantina que reúne ao mesmo tempo e de forma nem tão bem costurada todo tipo de funcionalidade não é porque a Apple não percebe que muitos de nós preferiríamos apps especializadas e mais simples para cada função, mas sim para manter a paridade com a versão do iTunes no Windows.

Explico, com base no que li: a Apple também tem noção de que apps menores e especializadas em funções específicas são uma alternativa superior, tanto que ela implementou assim no iOS, onde funcionalidades do iTunes como App Store, compra de músicas, exibição de vídeos e tocador de áudio estão adequadamente separadas.

Mas quem já ajudou um usuário de Windows a configurar a sincronização do iPhone ou iPad pela primeira vez pode ter passado (eu passei várias vezes) pelo estranhamento que eles sentem com a chegada deste corpo estranho que é o iTunes no Windows, e – e eu compartilho a opinião do artigo – seria ainda mais complicado para eles fazerem a transição se tivessem que absorver de uma só vez aplicativos separados para a sincronização, para o acesso à biblioteca de músicas e filmes, para as fotos, etc.

Sabemos que o iTunes para Windows é uma ferramenta com valor estratégico para a Apple, e considerando o quanto eles são conhecidos por testar a usabilidade de seus produtos, este cenário é a primeira explicação razoável que vejo para a manutenção deste estado de coisas.

Ao mesmo tempo, cabe registrar que o autor do Daring Fireball registrou seu palpite (e o histórico mostra que muitas vezes os palpites dele são bem mais do que palpites) de que esta paridade entre o design de interação do iTunes do Windows e do Mac pode estar chegando ao fim no Mountain Lion, preservando o modelo monolítico para os usuários do Windows (e de versões anteriores do Mac) mas migrando para um modelo modular similar ao do iOS para os usuários do Mountain Lion, que será lançado no segundo semestre.

Quem viver verá, mas sonhar não custa nada!

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: