Usuários do Skitch no Mac: informem-se bem antes de instalar a nova versão

Quando uma atualização remove grande quantidade de recursos úteis de um app, ela merece mesmo ser chamada de upgrade?

O Skitch é um programa que facilita a criação, formatação e edição de imagens, e especialmente a criação de anotações ou legendas em imagens – e que também oferece uma maneira simples de compartilhar estas imagens com outros usuários.

Muitas das ilustrações de posts aqui do BR-Mac são feitas com o Skitch, incluindo especialmente as que têm setas e legendas sobrepostas: o Skitch facilita muito a inclusão deste tipo de recurso textual, bem como o ajuste do tamanho da imagem gerada.

O app é popular no Mac, e em agosto do ano passado foi comprado pela Evernote, que desde então mereceu elogios por manter suas funcionalidades, agregando outras de sua plataforma e até lançando uma versão para o iPad.

Mas os elogios pelos aspectos acima, embora merecidos na ocasião, já não se mantêm: o Skitch continua sendo uma ferramenta útil para anotação em imagens, está ganhando suporte a mais plataformas, mas começa a se caracterizar como um acessório do Evernote, e algumas das suas funções avançadas presentes na versão original (a do Mac) começam a ser removidas.

A movimentação visível começou há algumas semanas, quando foram divulgadas medidas como o fim dos compartilhamentos de imagens no site skitch.com (que vai ser "congelado" agora em outubro, e acabará tornando inacessíveis parte das imagens previamente compartilhadas por lá) em prol do uso do Evernote para o mesmo fim.

A medida tem um lado positivo para quem já usa ou está disposto a usar o Evernote, pois após um procedimento de importação das imagens do skitch.com e seu envio ao Evernote, elas passam a contar com os recursos de catálogo e busca deste popular app.

Já para quem gostava do recurso no Skitch e não está muito interessado no Evernote, das duas uma: ou é a oportunidade de conhecer melhor o Evernote e passar a apreciá-lo, ou é a necessidade de optar entre aceitar o uso mesmo assim ou descontinuá-lo.

Mas as mudanças devido à nova estratégia da empresa para o app não pararam por aí: ontem foi anunciada a nova versão do Skitch, com destaque para boas notícias como a disponibilidade pela primeira vez de uma versão para o iPhone (muito bem-vinda!), e descrevendo com expressões positivas uma notícia não tão boa: a remoção de uma série de recursos que a empresa descreve como não estando entre os mais usados da ferramenta (na imagem acima, note que há uma barra de ferramentas a menos, e com menos recursos do que a versão anterior).

Entre estes recursos removidos, infelizmente, estão alguns dos diferenciais que fizeram o Skitch ser recomendado aqui no BR-Mac anteriormente, acompanhados do elogio à Evernote por mantê-los disponíveis mesmo meses após a aquisição da ferramenta.

Não me entenda mal: o upgrade também traz um novo layout interessante para a barra de ferramentas, alguns novos recursos com ênfase na sincronização com o Evernote, e algumas ferramentas novas também, como um novo marcador (estilo caneta marca-texto) e a de pixelar parte da imagem para evitar que informações particulares na foto de um documento sejam divulgadas, por exemplo.

O anúncio de lançamento também avisa: eles permitem que você use o Skitch sem fazer logon a uma conta do Evernote, mas este logon é necessário para usar plenamente a ferramenta.

E também consta o aviso: eles não vão parar por aí. Entre as boas notícias, haverá suporte a mais plataformas em breve. Entre as outras notícias, não vou arriscar palpites.

O que sumiu

Ontem a versão nova foi disponibilizada e recebi vários contatos de usuários perguntando como reverter para a versão anterior (eles relatam sucesso copiando de volta o Skitch da pasta Applications de um backup recente), pois determinados recursos (como fazer o download de uma página da web na forma de imagem a partir de sua URL, para depois anotá-la e gravar como um PDF, no relato do leitor Leonardo Pacheco) não estão mais lá.

Relatos de usuários informam o sumiço de outras funcionalidades bastante práticas, como redimensionar uma imagem arrastando seus cantos, selecionar o formato de arquivo para gravar uma screenshot, usar a lupa para verificar se os retoques aplicados estão perfeitos, configurar uploads para um servidor S/FTP de sua preferência ou mesmo minimizar o app para a barra de menus.

Antes de fazer o upgrade, portanto, fica a dica: dê uma olhada no anúncio de lançamento e tente descobrir se as funções que você usa no Skitch permanecem disponíveis.

Caso não estejam, talvez seja interessante aguardar um pouco para ver como a situação se desenvolve, ou mesmo se não surgirão alternativas. Particularmente vou aguardar e torcer porque, por mais que eu simpatize com o Evernote, lamento ver a remoção de funcionalidades por mudança de estratégia.

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: