3 dicas para liberar espaço em disco no Mac rapidamente

Se você estiver prestes a receber a desagradável mensagem alertando que o disco está quase cheio, apagar os seus documentos e arquivos de dados não precisa ser a primeira opção: 3 truques simples e eficazes podem permitir que você continue trabalhando com pouca interrupção e só depois, com mais tempo e calma, planeje o que fazer com o excesso de arquivos no disco.


 

1. Feche os aplicativos

Comece dando ⌘+Q nos que não estiverem em uso, e se necessário prossiga fechando (e reabrindo) também as que estão em uso.

A razão é simples: é bastante comum aplicativos (especialmente os que lidam com dados complexos ou volumosos) manterem discretamente seus próprios arquivos temporários, auxiliares e de backup, e no momento do fechamento estes arquivos são encerrados e eliminados.

Em vários casos o próprio aplicativo pode ter um comando ou menu de remoção de arquivos temporários ou de cache, e este pode ser um bom momento para usá-los, trocando um pouco de desempenho pelo espaço em disco urgentemente necessário.

2. Reinicie o Mac

Se você raramente reinicia o seu Mac, este pode ser um bom momento, porque o ato de reiniciar frequentemente libera bastante espaço em disco.

Este espaço é composto de vários arquivos de dados do sistema, bastante volumosos, incluindo o conteúdo da memória virtual em uso, arquivos de estado do sistema usados quando o sistema é suspenso, atualizações baixadas mas ainda não aplicadas, caches do próprio sistema operacional e mais.

Portanto, se o seu Mac estiver em bom estado de uso e não houver alguma razão específica para acreditar que um reboot colocará em risco a sua produtividade, pode ser mais uma forma de liberar espaço emergencialmente sem ter de rever o armazenamento dos seus arquivos.

3. Os suspeitos de sempre: lixeira, downloads, música, vídeos, imagens

Se for remover arquivos, não comece pelos seus arquivos de trabalho sem antes visitar algumas das principais pastas em que costuma haver arquivos de grande volume e baixo valor, ou mesmo arquivos que estão duplicados ou podem ser facilmente obtidos novamente: os downloads (transferências), músicas, filmes e imagens. Além da lixeira, é claro: esvaziá-la é básico.

Se você tiver acesso fácil para fazer o download novamente se um dia for necessário, às vezes dá de ganhar alguns gigabytes removendo instaladores de apicativos que já foram instalados, filmes já assistidos e as versões compactadas de conteúdos baixados da Internet.

Indo além

As 3 dicas acima vêm do artigo "5 Quick Tips to Free Up Disk Space in Mac OS X", do OS X Daily, que tem mais dicas à sua disposição.

E quando chegar a hora de escolher quais pastas e arquivos remover, leia também: Como saber o que está ocupando o disco do seu Mac.

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: