Como instalar o ImageMagick no Mountain Lion para manipular imagens pelo Terminal

O ImageMagick é mais velho do que alguns dos leitores do BR-Mac: desde 1990 ele converte, une, separa, recorta, redimensiona, modifica, filtra, sobrepõe, legenda e analisa imagens, seja por chamados diretos no Terminal, por meio de scripts, de interfaces em várias linguagens de programação e até por aplicativos gráficos que o utilizam como back-end.

A quantidade de recursos do ImageMagick (veja estes exemplos e a lista dos comandos e parâmetros) é fora do comum e me permite automatizar boa parte da manipulação de imagens para os meus sites.

Ao mesmo tempo, desde os anos 90 eu lembro de ver colegas que trabalhavam empacotando aplicativos open source para sistemas operacionais variados comentando que o ImageMagick estava entre os seus desafios, inclusive devido à quantidade de bibliotecas das quais ele dependia, e da natureza e intensidade do seu uso.

Assim, não foi surpresa para mim perceber que quando fiz o upgrade para o Mountain Lion, nenhuma das fontes de instalação do ImageMagick que eu conhecia tinha um pacote que funcionasse no meu Mac na nova versão do OS X. Até me parecia natural: além das várias outras novidades, o Mountain Lion removeu o subsistema X11 da sua instalação default, e isso deve ter quebrado boa parte das dependências de compilações anteriores do IM, e demoraria um pouco até alguém portar.

Sem problemas: para quase tudo que faço nele, posso usar também o sips (nativo do OS X), e para o que falta, posso usar um desktop com Linux.

Mas já fazem bons meses desde a nova versão do OS X, e neste fim de semana tentei novamente a instalação, com o mesmo insucesso de antes: a maior parte dos pacotes falha devido à falta da libclparse, mas alguns outros (incluindo o binário oficial para Mac) falham no meu computador com erros e causas sortidas, que não necessariamente são culpa do empacotador.

Eu já estava quase decidindo pelo caminho mais árduo, com compilação manual ou assistida do ImageMagick (para ver se assim funcionaria), mas uma última tentativa permitiu a instalação fácil a partir do pacote do ImageMagick provido pelo CactusLab. Funcionou de primeira, embora de vez em quando emita uns alertas sobre a biblioteca Freetype.

Como mais gente pode ter a mesma demanda ou interesse e passar pela mesma dificuldade, está registrada a dica, mas atenção: antes remova as outras cópias do IM que não funcionam no seu sistema, ou ao menos verifique que o diretório /opt/ImageMagick/bin vem antes delas no seu ツ

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: