Multiplique a utilidade do Finder com a pasta inteligente indispensável

Com uma configuração bem simples e permanente, você cria um atalho dentro do Finder para mostrar rapidamente todos os arquivos que abriu hoje ou ontem.

As pastas inteligentes do OS X são, em sua essência, resultados de pesquisas (com critérios escolhidos previamente pelo usuário) que se apresentam ao usuário como se fossem pastas. Vimos recentemente (no artigo "App Mail do Mac: use melhor as caixas de entrada inteligentes e gerencie o caos do e-mail") como criar e usar bem esse tipo de inteligência no app Mail e no app Contatos, e hoje é a vez do Finder.

Voltar a ver ou editar um arquivo que você já tinha aberto mais cedo (ou ontem) é uma necessidade tão comum a ponto de haver vários recursos do OS X e até mesmo apps voltados exatamente a essa tarefa (como o Trickster, que faz isso muito bem).

É bem fácil criar na barra lateral do Finder uma opção que mostra só os arquivos que foram abertos nos últimos dias. Eu prefiro definir para mostrar os que foram abertos desde 3 dias atrás, porque aí na segunda-feira ainda aparecem os da sexta ツ Veja como fica:

Trata-se, naturalmente, de uma pasta inteligente, e veremos a seguir como criá-la, passo por passo. Comece abrindo uma janela do Finder e pressionando Option++n, para abrir a janela de criação de pasta inteligente:

Na janela que foi aberta, pressione "Este Mac" e o sinal de "+", como indicado pelas setas na imagem acima. Vai aparecer uma linha com uma regra de pesquisa para você preencher:

Mude o primeiro campo de pesquisa para "Data da última abertura", e nos demais selecione o equivalente a "nos últimos 3 dias", e depois pressione Salvar, como indicado na imagem acima.

No diálogo de gravação, escolha o nome que preferir, mas não esqueça de selecionar o campo "Adicionar à Barra Lateral".

E pronto: agora, sempre que você não lembrar onde está aquele arquivo no qual mexeu ontem (ou na sexta-feira...), o acesso rápido estará ali na barra lateral do seu Finder, sem precisar instalar nada :)

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: