Converter vídeos para o iPad: como fazer

Ter blog sobre tecnologia tem várias vantagens, inclusive a de sempre ter uma boa justificativa para comprar algum acessório supérfluo (“é pra review!”) e a de nunca faltar assunto com os colegas interessados na mesma tecnologia, sempre com dúvidas interessantes.

Foi o caso de um breve trajeto de elevador que fiz anteontem, quando uma vizinha de outro andar comentou:

Augusto, vi teu post sobre como assistir vídeos no iPad sem converter, mas não resolveu um problema específico que eu tenho, que é com vídeos com definição elevada demais pro iPad conseguir reproduzir sem problemas. Pra esses casos, tem um jeito fácil de converter?

Tem sim! E é mesmo bem fácil, o que naturalmente reduz a flexibilidade, para assim poder expor o mínimo de controles e perguntas ao usuário (aliás, pessoalmente prefiro uma alternativa que dá um equilíbrio maior entre simplicidade e flexibilidade, como mencionarei ao final do texto).

 

Entra em cena o Smart Converter

O Smart Converter é um aplicativo grátis para Mac, disponível na Mac App Store, que só faz uma coisa – e a faz bem: converte vídeos para formatos comuns.

A imagem acima dá uma boa ideia de como funciona:

  1. você arrasta para a parte superior da janela o vídeo que quer converter,
  2. seleciona na parte inferior da janela qual o dispositivo no qual deseja exibi-lo, e
  3. pressiona Convert .

A partir daí o aplicativo se encarrega de identificar qual o formato apropriado, e converter. Veja como a janela fica ao final da conversão de uma matéria de arquivo (que deve ter uns 20 anos) de quando a Glenda Kozlowski ainda aparecia na programação esportiva da Globo como pauta, e não como apresentadora:

Note a mensagem na parte inferior da janela: “Converted and sent to iTunes” – ou seja, neste ponto o vídeo não apenas foi convertido, como ainda foi disponibilizado na sua biblioteca do iTunes, na versão convertida, para você conferir se está tudo certo, antes mesmo de sincronizá-lo com o iPad:

Depois de conferir, tudo o que restará para você fazer é usar o iTunes para transferi-lo ao iPad ou iPhone, como faria com qualquer outro vídeo. Dica: com o iPad conectado ao iTunes, procure por ele em “Dispositivos”, clique nele e selecione a aba “Filmes”.

E é isso: ciclo completo, e a partir daí é só assistir o vídeo no iPad, ou no dispositivo de sua preferência. O Smart Converter suporta os seguintes:

  • Apple TV
  • iPad
  • iPhone/iPod
  • Tablet Android
  • Fone Android
  • Google TV
  • PSP
  • PS3
  • TV Sony Bravia
  • Xbox 360
  • E mais a extração só do áudio, para MP3 ou AAC.

 

E quando não dá tudo certo?

O Smart Converter tenta adivinhar corretamente os parâmetros de conversão, mas dependendo do formato de origem, ele pode errar. Se isso acontecer com você, a ausência de opções de configuração pode passar rapidamente de vantagem desejada a contratempo intransponível.

Se isto acontecer com você, restará uma opção: ir para um programa mais flexível. Não faltam opções, mas recomendo o Handbrake (tela acima), também gratuito, e que é a minha opção preferida para a tarefa, como mencionei em um post anterior. Ele é open source, tem bem mais opções, mas também adota a ideia de ter perfis (ele chama de “presets”) previamente definidos para vários dispositivos, que você exibe pressionando o botão “Toggle Presets”, visível no canto superior direito da tela acima.

Mas não esqueça: em boa parte das situações de uso casuais, é perfeitamente possível assistir vídeos no iPad sem converter!

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: