Download grátis: livro em PDF conta a história e os bastidores do Macintosh

Todo entusiasta que acompanha o histórico da Apple sabe que o Macintosh, início da linhagem dos Macs de hoje, foi um projeto que teve uma gestação complicada que culminou em um parto difícil: no lançamento do produto, no início de 1984, já estavam presentes os componentes de conflito que levaram ao afastamento de Steve Jobs da companhia no ano seguinte, e que já haviam afastado Jef Raskin, criador inicial do conceito, 3 anos antes.

Ao mesmo tempo, é de conhecimento do público o grau de envolvimento de Steve Jobs neste projeto, o que o fez ser lembrado com bastante frequência ao longo da última semana.

Entre os que fizeram esta associação está Guy Kawasaki, hoje investidor (e autor da regra dos 10/20/30 para apresentações em PowerPoint que não dão sono), mas no início da década de 1980 um dos encarregados do marketing do Macintosh.

E ele resolveu prestar um tributo a Steve Jobs de uma maneira especialmente positiva: disponibilizando para todos os interessados uma cópia em PDF do seu livro The Macintosh Way, escrito logo após o próprio Guy ter deixado a empresa por discordar de atos da sua gestão pós-Jobs, em 1987.

Em cerca de 200 páginas, Guy conta como funcionava a ebulição permanente na divisão Macintosh, que buscava a inovação mesmo lutando contra adversários internos (além dos externos), e para isto empregava técnicas de gestão equivalentes a táticas de guerrilha.

É possível que você não esteja interessado em gestão e marketing, mas as narrações dos episódios dos bastidores e subterrâneos do projeto do Macintosh original certamente ficaram especialmente interessantes nesta semana em que tantos de nós refletiram e relembraram sobre a influência destes produtos, e de seus criadores, na nossa rotina.

Uma observação: o arquivo em PDF disponibilizado pelo autor funciona bem no computador, mas uma aparente má formatação de metadados impede sua leitura no iPad. Se você quiser ler no iPad, abra primeiro o arquivo no Preview ("Pré-Visualização") em seu Mac, use a opção Arquivo | Exportar e gere assim um novo PDF, que poderá ser transferido para seu iPad e lido sem problemas. Ou pegue esta versão alternativa feita por Carol Porter que pode ser aberta diretamente no iPad, mas é um download 4x maior ツ

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: