Teclado para iPad com produtividade: Origami Workstation

Há um mês compartilhei com vocês a minha solução preferida de teclado para iPad: o teclado sem fio da Apple, acompanhado de uma Origami Workstation, como na imagem abaixo.

O teclado é conhecido e fácil de encontrar nos revendedores nacionais da Apple, e a Origami Workstation é um produto da Incase, que serve para proteger o teclado durante o transporte, e para se converter em um prático suporte para o iPad ficar bem posicionado na hora do uso. À venda em Apple Stores de outros países, é possível encontrá-lo para entrega no Brasil via eBay e em outros sites de comércio eletrônico.

Não acho que o iPad PRECISE de um teclado para permitir produtividade, mas quando eu o uso em uma mesa (mesmo que seja a do avião) e quero produzir textos, certamente digito mais rápido se tiver um bom teclado físico à mão, sem prejudicar os 2 principais motivos que me fazem levá-lo comigo no lugar de um notebook: a portabilidade e a duração da bateria. Quando não é o caso, eu me viro bem com o teclado virtual, usando os 7 truques ninjas do teclado do iPad.

Como gosto deste acessório, compartilho agora com vocês mais um ponto de vista sobre ele, agora sob o ponto de vista de Rene Ritchie, editor-chefe do iMore.

No seu relato, que vem acompanhado do vídeo acima, Ritchie descreve vantagens e desvantagens não apenas da Origami Workstation, mas também do uso deste teclado, feito para os Macs, no iPad.

Os pontos positivos que ele sumariza são os básicos: une um bom teclado ao iPad e protege este teclado quando não está em uso. Já o único ponto negativo do sumário diz respeito a algo que não faz parte da proposta do produto: ele não armazena o próprio iPad, só o teclado.

Mas a conclusão, vinda de alguém que cobre a cena dos produtos da Apple há tempo suficiente para merecer atenção dos interessados, é que se você está acostumado aos teclados no estilo Apple (os dos MacBooks, por exemplo), esta solução permite tanta produtividade na digitação no iPad quanto no Mac. O que é bastante coisa, ele acrescenta – e eu concordo.

Comentar

Comentários arquivados

Artigos recentes: